Ensaio de Everaldo Luis Silva
Oct 9, 2012Public
Photo: A lendária Escrava Anastácia, conhecida por sua imagem com uma mordaça, é relembrada por Dona Carmem.
Photo: Integrante de uma das guardas de Moçambique convidadas para a festa repousa no intervalo entre as reverências e o almoço. Em suas mãos segura firme o bastão, símbolo de força e poder.
Photo: Integrante de uma das guardas de Moçambique convidadas balança o chocalho durante as reverências em frente à Capela dos Arturos. A Participação das crianças é bem marcante.
Photo: Ao cair da noite, a procissão sai da comunidade levando os santos em andores para a Igreja de Nossa Senhora do Rosário
Photo: Descamisados e vestidos com calças de algodão cru, portando ferramentas de trabalho, objetos e adereços, os Arturos representam seus antepassados escravos.
Photo: Dona Maria, representando uma mucama, leva na cabeça uma tigela de madeira com milho, urucum e algumas ervas, revivendo o tempo em que as escravas negras comandavam as cozinhas de seus senhores.
Photo: Grupo de mulheres dos Arturos na abertura oficial da festa no Espaço Popular representando as mucamas que trabalhavam nas fazendas. Elas levam consigo vasilhas com alimentos e outros utensílios.
Photo: Guarda de Moçambique dos Arturos segue em cortejo pelas ruas de Contagem. São oito quilômetros de caminhada ao som dos tambores e com muito canto e dança.
Photo: Menino da Família dos Arturos segue a Guarda de Moçambique. Assim a tradição passa de geração para geração. Os olhos azuis deste menino marcam um traço da miscigenação.
Photo: Capitão de Moçambique guarda a porteira na entrada da Comunidade dos Arturos à espera dos convidados para a festa. Todos os convidados devem passar com reverência pelo portão.
Photo: Guarda de Moçambique convidada saúda Dona Tita na porta da antiga casa de Arthur Camilo Silvério, a mais antiga e que fica no centro da comunidade.
Photo: Dona Tita recebe cumprimentos das guardas visitantes. Seu olhar triste e distante reflete a perda recente do irmão querido, Sr. Geraldo, Rei Congo de Minas Gerais, e a preocupação com a saúde de outro irmão, Sr. Mário, que estava hospitalizado no dia da festa.